Buscar
  • Realize Comunicacao

Lançamento do Programa Realize Mulheres

Mesmo com o fechamento de milhares de empresas, houve um aumento de 40% de empreendimentos liderados por mulheres em 2020. Em maior número na faixa etária de 22 a 35 anos, 54% das empreendedoras decidiram abrir uma nova empresa ou investir em negócios voltados a serviços no ano passado. Os dados são da Rede de Mulheres Empreendedoras, que atende mais de 500 mil mulheres cadastradas com orientações desde como abrir uma empresa até dicas para se fortalecer no mercado de atuação.

De acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), em 2019, 9,3 milhões de mulheres já eram empreendedoras e representavam 34% dos donos de empresas. O nível de escolaridade das empreendedoras é 16% superior ao dos homens e elas são mais jovens na comparação. Nos dados da Global Enterpreneurship Monitor, também referentes a 2020, registraram 24 milhões de mulheres donas dos seus negócios. A diferença é de aproximadamente um milhão de empreendedores em relação ao sexo masculino.

A Realize Comunicação foi uma das empresas criadas por mulheres e traz um diferencial: são somente mulheres que lideram a empresa e também no quadro de colaboradoras. Além de ir de encontro ao mercado publicitário de Mossoró, significativamente masculino nas lideranças das grandes empresas de publicidade, a agência especializada também em Marketing Digital e consultoria de imagens se propõe a dar visibilidade às mulheres e traz uma novidade para comemorar um ano de mercado.




Um programa criado especialmente para contar histórias femininas e feministas. A proposta é dar visibilidade a mulheres que ocupam espaços de poder, mas “não somente por serem mulheres, mas por terem histórias que merecem ser contadas”, comenta a cofundadora Jeane Meire. “Nós vemos um apagamento da mulher na história, afinal quem escreveu a maior parte dela foram os homens. Apesar de, atualmente, o cenário estar mudando e mulheres estejam ocupando mais espaço, é preciso o fortalecimento de redes de suporte que impulsionam mulheres. Um dos problemas desse apagamento está na falta de conhecimento, de reconhecimento e de espaço. É por isso que nasce o Realize Mulheres”, finaliza a diretora da empresa.




Indyra Oliveira, sócia da Realize, acredita que o programa é um espaço importante porque estreita o diálogo entre mulheres e cria uma rede de sustentação. “As mulheres têm direito de ocupar todos os espaços de atuação e de fala, inclusive os espaços de poder”, comenta a cofundadora.


Mulheres na política

De acordo com os dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o aumento do número de vereadoras eleitas em 2020 foi de 19,2%, o que representa 16,1% das candidaturas escolhidas pelo eleitorado. Em 2016, o índice foi de 13,5 %. O Rio Grande do Norte se destacou com 21,9%, mas Mossoró está bem abaixo disso. Das 23 cadeiras no Legislativo municipal, as mulheres ocupam apenas 3, o que significa 13% de representatividade feminina.




Joyce Moura é especialista em Marketing Político e sofreu com a predominância masculina nesse nicho tanto de candidatos quanto de homens coordenando campanhas, “o Realize Mulheres é mais uma forma de resgatar o direito das mulheres aos espaços a elas devidos. É uma retratação histórica por tudo que a mulher sofreu e sofre com a desigualdade de gênero. Feliz estamos em termos conquistado alguns espaços, mas sabemos que há muito ainda a se conquistar. E o Realize Mulheres objetiva promover essa visibilidade às milhares de mulheres que têm capacidade nas mais diversas áreas, e por algum motivo ainda continuam escondidas”, explica a sócia e cofundadora da empresa.


Mulheres políticas, atrizes, cantoras, artistas, diretoras, empresárias, fotógrafas, líderes femininas, o programa não é categórico no nicho empreendedor, já que o objetivo é “dar protagonismo às mulheres em todas as áreas. Inclusive a primeira entrevistada é uma mulher política. Nós entendemos que existem muitas barreiras que impedem as mulheres de chegar aos espaços de poder público e o primeiro programa traz exatamente isso e mostra que é possível”, explica Jeane Meire, que também irá conduzir as apresentações do programa.


Estreia


O programa, lançado no dia 24 de junho, vai ao ar todas as terças e quintas-feiras, às 20h, no Canal do YouTube. Também será veiculado na Nossa TV, emissora a cabo com alcance em mais de 100 municípios, passando na Telecab (Canal 94), Brisanet (176) e TCM (15, 16.6 e 24).

A primeira entrevistada foi Natália Bonavides, deputada federal do Rio Grande do Norte. A entrevista aborda um pouco da história e das conquistas da parlamentar. A Realize Comunicação também trará dicas sobre marketing digital e redes sociais, divulgação de histórias de mulheres empreendedoras e indicações de livros e filmes com protagonismo feminino, seja no roteiro, na produção, na direção ou na atuação.





6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo